17 de abril de 2018

Pequenos Deveres de um DEVAS





Meus Filhos, Salve Deus!

Ser Devas, não é para qualquer médium. Devas é um missionário que traz na bagagem um grande compromisso com o Mestre Jesus e isto é transcendental. Os Devas eram servidores de Jesus juntamente com as Samaritanas. Eles organizavam rituais de festas religiosas. Muito embora, sendo servidores de Nosso Senhor Jesus Cristo não deixaram de criar alguns inimigos, os invejosos sempre os provocavam e eles tinham que ser enérgicos e até mesmo duros nas suas decisões.

Os Devas tinham grandes poderes, mandavam chover chovia, mandavam parar parava, ordenavam e eram obedecidos. Hoje os Devas também trazem grandes poderes, mas por falta de consciência são impedidos de usá-los. A vaidade, a mesquinharia, a falta de conduta, o desconhecimento das Leis de Jesus, são armas Filhos apontadas para o próprio plexo impedindo que estes cheguem até suas mãos.

O dia que cada Devas se despojar dos maus pensamentos, das más atitudes e libertar seu coração do ódio, da maldade, das indiferenças e colocar seus pés no chão e dizer Senhor, Senhor, faça de mim um verdadeiro missionário, não me deixe errar um só instante Senhor. E de acordo com o seu padrão vibracional  buscando equilíbrio na sintonia de Deus Pai Todo Poderoso as coisas poderão mudar.
A palavra “Devas” tem vários significados, como por exemplo: Amor, Humildade, Tolerância, Educação, Compreensão, Sabedoria, União, etc.. É muito importante que o Devas esteja sempre em sintonia e nunca se isole diante de um ritual porque ele poderá perder sua condição de missionário pois as forças contrárias poderão se posicionar entre ele e o corpo mediúnico, provocando mal  estar e até mesmo um desequilíbrio muito grande diante de tais circunstâncias. Os inimigos ficarão a espreita. Se o Devas abrir a guarda ai então será um problema. Em qualquer ritual é importante que tenha mais de um Devas, de olhos bem atentos e despojados de toda e qualquer vaidade.
Os Devas tem que ter muito cuidado porque mesmo atendendo bem não satisfazem a todo mundo, por isso que são preparados por uma força específica para a missão.
O Devas pode ser enérgico mas com educação e harmonia. Ele deve transmitir segurança, confiança e equilíbrio a todos aqueles que virão a sua procura.
A participação é muito importante na vida mediúnica de um Devas. A troca de idéias, de conhecimentos, sempre mostrará o melhor caminho a seguir ou a melhor solução a tomar.
Muitos Mestres são convidados a participar do Castelo e muitas vezes não dão certo e deixam de participar porque não se identificam com o trabalho. Sua formação é transcendental.
Espiritualmente está havendo uma movimentação muito grande em torno dos Devas, grandes responsabilidades estão vindo por ai. Os Devas fazem parte do Templo, eles são responsáveis pela organização geral. Nos rituais é preciso que os Devas estejam à frente porque as forças que são projetadas neles são distintas para aquele ritual. Os Devas tem por obrigação serem educados e amáveis com o corpo mediúnico porque uma palavra, uma resposta mal dada a um médium, que esteja sob influência de corrente negativa, poderá provocar reações diversas e até mesmo consequências desastrosas, dado ao tamanho de sua força.
Meus Filhos! Os Devas não vieram somente para cuidar de papelada, rituais e classificação mediúnica, como também, alguns casos que requeriam cuidados especiais eram entregues nas mãos deles e eles tinham que resolver da melhor forma possível.
Não se iludam meus Filhos, se não houver unificação das forças entre comandantes e comandados os objetivos não poderão ser alcançados. Somente a união de todos poderá quebrar as correntes negativas que estarão tentando, a todo momento, se infiltrar no meio do corpo mediúnico que compõe essa Doutrina. Esta tem como missão a Lei do Auxílio, ou seja, atender a quem busca uma oportunidade para ser feliz.
Sabe meus Filhos, o Vale das Sombras estará sempre procurando meios para penetrar nos domínios dos Trinos, dos Adjuntos Arcanos, Adjuntos Presidentes e de todos aqueles que estiverem na Coordenação de Falanges e de qualquer trabalho, provocando intrigas, inveja, ciúme, etc.. É através deste caminho que, desestruturando a harmonia dos Mestres - os primeiros responsáveis pela Doutrina -, essas entidades negativas conseguirão facilmente atingir seus objetivos.
Mas se você e os outros estiverem unidos, em sintonia com os Trinos e os Adjuntos Regentes, fazendo um elo com o corpo mediúnico, essa influência negativa encontrará dificuldade para atingir as mentes daqueles que estão procurando realizar o seu trabalho.
Vocês tem o poder de discernimento, de desmistificar os mistérios ocultos. Bastando para isto usar o conhecimento, aplicar a sabedoria e a força do amor incondicional. Analisando os acontecimentos, não agindo precipitadamente diante de qualquer situação, porque vocês não poderão perder o equilíbrio e ainda mais, darão o bom exemplo de que são capazes de comandar uma Consagração em que há uma movimentação de forças muito grandes envolvendo pessoas e entidades espirituais.
Fiquem sabendo meus Filhos, que diante de tais circunstâncias, os Mentores estarão processando curas extraordinárias, libertando elítrios e elevando espíritos obsessores, etc..
Quando se faz a abertura de um ritual são invocadas as forças do Mundo dos Encantados dos Grandes Iniciados, que vêm em forma de eflúvios luminosos como fagulhas de luzes de várias cores, pequenos cristais vão se formando por onde passar o cortejo (o ritual). Será muito importante que na frente da Corte esteja pelo menos um Filho de Devas e, se possível, também um recepcionista em sintonia com o comando do ritual.
Chegando ao local determinado, os Cavaleiros, as Guias e os Ministros, já estarão apostos para receberem os Mentores, os Mestres e Ninfas que irão receber a sua Consagração. Quando um Mentor consegue levar o seu tutelado a uma classificação seja ela qual for, é motivo de festa no Mundo Espiritual e mérito. É muito grandioso e conta ponto para sua evolução.
O caso de vocês, meus Filhos, é muito parecido. Quando se ajuda alguém a subir um degrau por merecimento, estarão ganhando bônus para vossas evoluções. Na verdade ninguém faz nada de graça, tudo tem seu preço, direta ou indiretamente um dia quem fizer receberá pelo que fez, assim é a Lei, Deus é justo, nada passará despercebido diante de seus olhos.
Acreditem meus Filhos, os Devas só estão dando continuidade aos trabalhos que há milênios já se realizavam, desde o começo das civilizações mais antigas. Só que hoje os Devas vieram com a missão de ajudar os outros sem nada cobrar pelos seus serviços, desde os pacientes até aos mais graduados como os Trinos, os Adjuntos, etc.. Salve Deus, meus Filhos! Não joguem fora, mais uma vez, essa oportunidade de serem felizes. Vós sois companheiros de Pai Seta Branca nesta bendita jornada.
As Leis vocês as conhecem mas, as vezes será necessário usar a flexibilidade. Ser flexível não é mudar as Leis e sim conciliar a razão com o bom atendimento. O amor é parte fundamental da sua missão.
Não deve se esquecer que, quando um Mestre ou uma Ninfa vai fazer sua Iniciação, Elevação de Espadas, consagrar Centúria, Classificar, Reclassificar, receber Ministros, Cavaleiros, Guias Missionárias, etc., eles sofrerão transformações em todo seu plexo, seu sistema nervoso estará muito abalado e isso é normal. As vezes a Ninfa chora, o Mestre se descontrola, tudo isso é expectativa, muitas vezes não sabe o que vai acontecer. Compete a vocês contornarem toda e qualquer situação. Não deixe que alguém sofra por sua culpa, porque você pediu ou aceitou ser um Filho de Devas graças a Deus.
Não se esqueçam meus Filhos Devas! Que o orgulho, a vaidade, a arrogância e o egoísmo não façam parte da vossa missão, do vosso sacerdócio. Muitos se espelharão em vocês, tomem cuidado com o que fazem e como fazem, no que dizem. Vigiem seus pensamentos, não sejas instrumentos de expiações, seja um Jaguar cumpridor dos mandamentos de Seta Branca Nosso Pai. Muitos tirarão de vocês os bons exemplos, não os decepciones. Sejas o candeeiro para iluminar o caminho daqueles que vos seguirão, que acreditarão no vosso trabalho, trabalho este tão sublime e admirado pela Espiritualidade Maior, Salve Deus!
Que o Amor Maior esteja sempre em vossos corações. Salve Deus! Boa sorte em vossas jornadas em Cristo Jesus graças a Deus.


Meus Filhos! A classificação de um Mestre ou uma Ninfa nas suas origens estão sob a responsabilidade dos Devas, que foram e ainda estão sendo preparados para este trabalho na força de Nosso Senhor Jesus Cristo. Salve Deus!
Tenha amor pelo que faz, vossa consciência vos guiará, procure aguçar vossa intuição porque ao vosso lado estarão vossos Mentores, amigos espirituais e também os responsáveis por esta falange de missionários.
“Não foi divulgado o autor deste texto. Acredita-se que tenha sido uma mensagem passada por algum Mentor e que alguém tenha gravado, no entanto, por refletir exatamente a Missão dos Devas, recebeu a aprovação dos Devas Arcanos.”